Qual seu trabalho?

Para começar o blog nada mais justo do que a coluna que deu início a tudo isso… “Qual seu trabalho?” entrevista pessoas com profissões que não são vistas como “profissões normais”, daquelas que após falarmos com o que trabalhamos somos surpreendidos com outra pergunta logo após a resposta… “Mas o que você faz?”
Então para mostrar que as profissões tradicionais não são as únicas existentes, resolvi conversar com esses profissionais “alternativos” para que todos possam ver que existe vida além de escritórios e da burocracia. Mas mais importante que isso, mostrar que são pessoas com uma vida normal como em qualquer outra profissão.

Retratos&Profissoes-19

O outro lado do Pole-Dance

Fiquei pensando por onde começar e viajei à Itapetininga, cidade no interior de São Paulo onde conheço algumas pessoas, e boa parte delas que se encaixam no perfil da coluna.
A primeira entrevistada foi a Samira Obayashi, uma amiga de quase dez anos que quando conheci já estava ligada à prática esportiva.

Nome: Samira Obayashi

Idade: 31 anos

QST: Você trabalha com o que?

Samira: Com atividade física acrobática

QST: O que você faz?

Samira: Dou aula de Pole Dance. Tecido Acrobático e Lira no estúdio e em escolas.

QST: Você é formada? Em que?

Samira: Sim, sou formada em Educação Física.

QST: Há quanto tempo este é seu trabalho?

Samira: Já há seis anos.

QST: Qual seu estado civil? Tem filhos?

Samira: Sou casada e tenho dois filhos.

QST: O que te levou a essa profissão?

Samira: Desde a escolha do curso da faculdade sempre quis trabalhar com atividades físicas, e a ideia do Pole Dance veio após assistir à entrevista da Rafaela Montanaro, então campeã brasileira no esporte que até então só conhecia como dança de boate.
Juntou com a vontade de trazer alguma atividade diferente para a cidade (Itapetininga) e dei início ao curso.

QST: Sua atividade não é vista como uma “profissão normal”, como é sua vida?

Samira: Tenho uma vida “normal”…
Acordo cedo todos os dias para levar meu filho mais novo à escola, vou para o ballet, volto para casa para arrumar tanto a casa quanto o estúdio antes das aulas, faço almoço para quando meu filho chegar da escola, quando preciso vou ao mercado ou pagar contas, vou dar aula em uma escola e volto para o estúdio onde dou aula até as 21h.

Quem quiser saber mais:
https://goo.gl/BhPq0c

Fotos: Cristiano Rolemberg
Assistência: Cris Pontes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s